HORÁRIO DE ATENDIMENTO De Segunda às sextas-feiras,
7h30min às 11h30min, 13h às 17h
NOTICIAS

Prefeito de Teutônia deve presidir a Amvat em 2019

Após 18 anos, Executivo teutoniense presidirá a entidade pela segunda vez
05/12/2018 16:04

Prefeito Jonatan Brönstrup deve assumir presidência da Amvat

O prefeito de Teutônia, Jonatan Brönstrup (PSDB), deve presidir a Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) em 2019. A eleição da nova diretoria está marcada para o próximo dia 13 de dezembro, às 14h30min, em assembleia geral a ser realizada na sede da associação, em Estrela. A escolha presidente obedece a um acordo existente há vários anos na entidade, pelo qual os partidos que elegem o maior número de prefeitos indicam o presidente no primeiro e segundo ano dos mandatos, cabendo aos demais definirem entre eles um nome de consenso nos dois últimos anos.

A chapa já inscrita por Brönstrup é formada ainda pelo 1º vice-presidente, Celso Kaplan (PP) de Imigrante; 2º vice-presidente, Carlos Rafael Mallmann (MDB), de Estrela; 1º secretário, Celso Casagrande (PDT), de Anta Gorda; 2º secretário, José Luiz Cenci (PP), de Fazenda Vilanova; 1º tesoureiro, Edmilson Dörr (PTB), de Marques de Souza; e 2º tesoureiro, Edmilson Busatto (PPS), de Bom Retiro do Sul.

Para titulares do Conselho Fiscal a chapa propõe os nomes dos prefeitos Sandro Herrmann (PP), de Colinas); Marcelo Caumo (PP), de Lajeado; e Lairton Hauschild (PSDB), de Cruzeiro do Sul. Os suplentes do Conselho são Genésio Hofstetter (PSB), de Travesseiro; Otávio Landmeier (MDB), de Westfália; e Klaus Werner Schnack (MDB), de Arroio do Meio.

Depois de 18 anos, Teutônia volta a ter candidatura à presidência da Amvat. Brönstrup, se eleito, será o segundo prefeito teutoniense a assumir a liderança da entidade. Em 2001, Ricardo Brönstrup esteve à frente da associação. Os principais objetivos da entidade, de acordo com o estatuto, são ampliar e fortalecer a capacidade administrativa, econômica e social dos municípios que a compõem; defender e reivindicar os interesses das administrações municipais e da região e coordenar medidas que visem o planejamento integrado na região.

Dentre as pautas discutidas no momento, o atual presidente, Marcelo Caumo, teve como foco a segurança pública. Nesta linha, entrou a questão do videomonitoramento, como forma de auxiliar no combate à criminalidade, bem como a implantação do Centro de Operações Regional, que vai funcionar em Lajeado. Estas pautas devem continuar tendo atenção da entidade.

Jonatan Brönstrup acredita no potencial do Vale do Taquari e na união conjunta dos municípios, que têm como marca forte o cooperativismo. “Somos conhecidos como o Vale do Cooperativismo. E as cooperativas nos ensinam que, de forma coletiva, vamos vencer os desafios em comum nos municípios. Ao mesmo tempo, vamos trabalhar para que as potencialidades do Vale do Taquari possam ser reconhecidas e ganhar força no Estado”, frisa.

Texto: Édson Luís Schaeffer e Paulo Ricardo Schneider
Foto: Édson Luís Schaeffer/divulgação

LEIA TAMBÉM