HORÁRIO DE ATENDIMENTO De Segunda às sextas-feiras,
7h30min às 11h30min, 13h às 17h
NOTICIAS

Teutônia conta com Coral Juvenil Municipal


30/10/2018 10:01

Coral está sob regência do maestro Marlon Gaussmann

 Teutônia é a Capital Nacional do Canto Coral. E esta tradição está presente em todos os bairros e localidades do município, com mais de 40 corais filiados à Associação dos Coros de Teutônia. Para que esta tradição não se perca, o canto coral está sendo difundindo entre as novas gerações, através dos Núcleos de Cultura.

O fruto desse trabalho já está sendo colhido. No sábado, dia 27 de outubro, durante a assinatura dos contratos do chamamento público para a Educação Infantil, ocorreu a estreia do Coral Juvenil Municipal. Sob a regência do maestro Marlon Gaussmann, o coral encantou e emocionou o público presente com duas canções, sendo aplaudido de pé.

Conforme Gaussmann, há 16 anos já havia um coral juvenil, mas acabou sendo extinto. Neste sentido, surgiu a ideia de retomar o trabalho, que resultou no Coral Juvenil Municipal. “Como Teutônia é a capital dos corais, é preciso investir em ações que instiguem os jovens a participar deste movimento, pois a média da faixa etária dos nossos corais atualmente está bem alta. E com isso, visamos congregar mais jovens a participar dos nossos corais”, explica.

Durante os ensaios, os jovens recebem toda a preparação técnica. “Os ensaios acontecem nos sábados pela manhã, onde nos primeiros 20 minutos eles fazem aquecimento vocal. Nos próximos 50 minutos, eles aprendem a ler e a cantar numa partitura. Nos 50 minutos finais, é ensaiado o repertório para apresentações. Nestes primeiros meses, ensaiamos canções a uma só voz, mas, para 2019, já começamos a preparar partituras a três vozes”, coloca o regente.

Para compor o coral, foram visitadas todas as escolas dos bairros Languiru, Alesgut, Teutônia e Canabarro, onde foi feito um teste vocal com cada aluno do 5º ao 9º anos. Quem passou no teste, recebeu o convite pessoalmente para integrar o coral. Cerca de 35 alunos estão comparecendo regularmente nos ensaios.

Gaussmann ainda destaca os benefícios do canto coral para as novas gerações. “A importância do movimento canto coral para os jovens é, em primeiro lugar, buscar o seu espaço perante a comunidade, uma vez que eles se sentem valorizados e prestigiados quando de uma apresentação para o público. Em segundo, são trabalhados muitos valores nestas aulas, como assiduidade, pontualidade, concentração, dedicação, respeito mútuo, integração, além de tudo isso ajudar no desenvolvimento social e escolar deles”, pontua.

Para a secretária de Juventude, Cultura, Esporte e Lazer, Rosana Schneider Rührwiem, perpetuar o canto coral para os jovens é abrir um caminho de possibilidades. “Teutônia se orgulha de ser a capital nacional do canto coral. Mas, para que possamos continuar fortes nessas tradições, é preciso motivar os jovens. O trabalho desenvolvido pelo Marlon vai ao encontro disso. Não tenho dúvidas que temos muitos jovens talentos no canto coral surgindo”, sublinha.

Texto: Édson Luís Schaeffer
Fotos: Édson Luís Schaeffer/divulgação

LEIA TAMBÉM