HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Boletim novo coronavírus 24/04/2020 – 17h00

24 de abril, 17h00min

Teutônia recebeu nesta sexta-feira, dia 24, o resultado do exame PCR analisado pelo Lacen, em Porto Alegre, do caso suspeito de Covid-19 que está internado no Hospital Ouro Branco. A análise apontou negativo para Covid-19. Devido a critérios da janela epidemiológica, podem haver diferenças nos resultados no exame PCR e o teste rápido, que havia apontado positivo para Covid-19.

 

Na estatística oficial do Estado, este caso é considerado descartado. Pelo Município, não será considerado totalmente descartado. Como o teste rápido apontou positivo para Covid-19, a mulher de 23 anos, que está internada no Hospital Ouro Branco desde o dia 21, seguirá em análise, pois entende-se que se pode obter uma contraprova, estabelecer o vínculo epidemiológico e  confirmar o caso. Por isso, não considera-se ainda como caso totalmente descartado. A paciente tem histórico de asma brônquica. Seu quadro é considerado bom, com previsão de alta no final de semana.

 

Já o único caso de Teutônia confirmado de Covid-19 pelo Lacen, de uma mulher de 49 anos, a partir deste sábado, dia 25, passa a ser considerado recuperado. Neste sentido, a paciente poderá sair do isolamento domiciliar.

 

Entre a quinta-feira, dia 23 de abril, e esta sexta-feira, dia 23, foram notificados à Vigilância Epidemiológica de Teutônia 7 novos casos suspeitos de Covid-19 acompanhados em domicílio. Paralelamente, 3 casos suspeitos que vinham sendo acompanhados a domicílio foram encerrados, pois não apresentaram evolução nos sintomas.

 

Os casos suspeitos acompanhados em domicílio são de pessoas que apresentam síndrome gripal e estão em isolamento residencial, recebendo acompanhamento constante das equipes de saúde para verificar a evolução dos sintomas. Conforme o Ministério da Saúde, pessoas com síndrome gripal são suspeitas para o Covid-19 e por isso são colocadas em isolamento, mas só são feitos testes nos pacientes hospitalizados.

 

Solicita-se que as pessoas continuem adotando as medidas protetivas e de higienização, além de sair de casa somente em casos de extrema necessidade e evitando aglomerações. Também está determinado o uso da máscara de tecido ao sair de casa.