HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Em 45 dias, mais de R$ 63 mil em incentivos investidos em construção de aviários e tambos de leite em Teutônia

Incentivos da Secretaria de Agricultura e Meio ambiente possibilitam o investimento nas propriedades, oportunizando aos produtores a permanência na atividade rural, bem como a sucessão familiar

14 de fevereiro, 14h26min

Paulo Sérgio Rosa
Silvano Altevogt, de Linha Harmonia, investiu em aviário
Silvano Altevogt, de Linha Harmonia, investiu em aviário

Nos primeiros 45 dias de 2020, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Teutônia já investiu mais de R$ 63 mil nas propriedades do município, por meio do programa de incentivo para construção e ampliação de aviários, pocilgas e tambos de leite. São incentivos que possibilitam o investimento nas propriedades, oportunizando a permanência na atividade rural e a sucessão familiar.
Para o prefeito, Jonatan Brönstrup, esses incentivos fortalecem, ainda mais, o setor primário de Teutônia. “Se hoje somos referência no setor primário e a segunda maior economia do Vale do Taquari é porque temos pessoas que acreditam no município e, com o seu trabalho, contribuem com o desenvolvimento de Teutônia. Estamos criando mais oportunidades no campo, sem esquecer o nosso principal objetivo de governo, de investir nas pessoas, o que fica evidente em cada ação nossa, como estes incentivos”, sublinha.
Nos primeiros 45 dias de 2020, foram investidos R$ 63.842,56, o que beneficiou seis famílias teutonienses. Através do programa, produtores rurais, dentre eles, muitos jovens, tem investido em suas propriedades, uma vez que recebem auxílio financeiro de R$ 16,00 por metro quadrado para ampliação ou construção de aviários, pocilgas e tambos de leite.
Na Linha Boa Vista Fundos, Márcio von Mühlen está investindo em um aviário de 1.560 metros quadrados. Em 2020, ele recebeu a segunda parcela do incentivo, de R$ 12.480,00, referente à cobertura da estrutura. Com a primeira parcela, paga pela Prefeitura no ano passado, o produtor recebeu um total de R$ 24.960,00.

Foto: Paulo Sérgio Rosa
Márcio von Mühlen investiu em um aviário na Linha Boa Vista Fundos
Foto: Paulo Sérgio Rosa
Márcio von Mühlen investiu em um aviário na Linha Boa Vista Fundos

Na mesma localidade, Merice Brumelhaus Strate e Luiz Fernando Strate também estão investindo em um aviário, de 1.960 metros quadrados. Ela recebeu a primeira parcela do incentivo, de R$ 15.680,00, para ser utilizada na terraplanagem e serviços iniciais da estrutura. Para a cobertura do aviário, Merice receberá mais R$ 15.680,00, totalizando R$ 31.360,00.

Foto: Paulo Sérgio Rosa
Merice e Luiz Fernando Strate receberam incentivo para construção de aviário
Foto: Paulo Sérgio Rosa
Merice e Luiz Fernando Strate receberam incentivo para construção de aviário

Na Linha Germano, Airton e Elaine Hepp receberam a segunda parcela de R$ 14.560,00 para a construção de um aviário de 1.820 metros quadrados. A primeira parcela de R$ 14.560,00 foi paga no ano passado, totalizando R$ 29.120,00 de incentivo da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Foto: Paulo Sérgio Rosa
Airton Hepp investiu na construção de um aviário
Foto: Paulo Sérgio Rosa
Airton Hepp investiu na construção de um aviário
Foto: Paulo Sérgio Rosa
Airton Hepp investiu na construção de um aviário

Na Linha Harmonia, Vandi e Silvano Altevogt investem na construção de um aviário de 1.568 metros quadrados. Como incentivo, a família recebeu R$ 25.088,00, sendo a segunda parcela, de R$ 12.544,00 paga pela Prefeitura em 2020.
Na Linha São Jacó, a família de Vera e Roberto Beckmann está investindo na construção de um tambo de leite de 712,32 metros quadrados. Há poucos dias, foi paga a primeira parcela de R$ 5.698,56. No total, a família receberá R$ 11.397,12 de incentivo.

Foto: Paulo Sérgio Rosa
A família de Vera Beckmann está investindo em um tambo de leite

E, em Linha Clara, Daniela Krohn Canepelle investe na ampliação de um aviário já existente. A ampliação, de 360 metros quadrados, dá direito a um incentivo de R$ 5.760,00, sendo a primeira parcela, de R$ 2.880,00, paga nesta semana.

Foto: Paulo Sergio Rosa
Daniela Krohn Canepelle está ampliando o aviário

Além do incentivo financeiro para a construção e ampliação de aviários e tambos de leite, os seis produtores ainda tiveram outros benefícios da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Uma delas foi a mellhoria do acesso às propriedades, facilitando o acesso de máquinas, tratores e demais veículos, além do escoamento da produção.
Na quinta-feira, dia 14 de fevereiro, o Executivo visitou as seis propriedades. Na ocasião, o prefeito, Jonatan Brönstrup, o vice-prefeito, Valdir Oliveira do Amaral, e a secretária de Agricultura, Nara Regina Nichterwitz, conheceram as estruturas construídas ou em construção, além de ouvir sugestões e demandas.
Nara Regina Nichterwitz coloca que o incentivo está proporcionando mais oportunidades de desenvolvimento no campo. “Oportunizamos aos nossos produtores empreenderem em suas atividades, oferecendo renda e qualidade de vida a toda a família. Consequentemente, estamos oportunizando para que as famílias permaneçam em suas atividades, garantindo a sucessão na propriedade. É uma atenção que o nosso homem do campo necessita e nada melhor que reconhecermos o trabalho dele através deste e outros inúmeros incentivos”, frisa.
Valdir Oliveira do Amaral enaltece que os inúmeros incentivos da Secretaria de Agricultura se refletem no desenvolvimento de todo o município. “Através dos incentivos, os produtores também fomentam o comércio de Teutônia, ao adquirir insumos, equipamentos e ferramentas para o seu dia a dia. E, hoje, devido aos incentivos, ver as famílias investindo e acreditando nos potencial de suas propriedades nos faz crer que estamos no caminho certo”, pontua.
Em dezembro de 2018, o valor do incentivo foi reajustado em 60%. Pela legislação anterior, produtores interessados em ampliar ou construir aviários, pocilgas e tambos de leite recebiam um auxílio financeiro de R$ 10,00 por metro quadrado. Com o reajuste, o valor por metro quadrado passou para R$ 16,00, sendo que o recurso é liberado em duas parcelas: 50% no início da obra, para terraplanagem ou outras despesas iniciais quando a área for plana e não necessitar de terraplanagem; e os outros 50% para a conclusão da obra, para a aquisição de materiais para a cobertura do empreendimento.

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer