HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Hospital Ouro Branco e Prefeitura de Teutônia renovam contrato

Repasse médio à casa de saúde é de R$ 340 mil mensais. Com mais de R$ 1 milhão a receber do Governo do Estado, parceria com municípios é essencial para manutenção das atividades do HOB

4 de abril, 9h32min

Leandro Augusto Hamester/AI HOB
Renovação de contrato foi assinada na manhã do dia 03 de abril
Renovação de contrato foi assinada na manhã do dia 03 de abril

Na manhã do dia 3 de abril, a Administração Municipal de Teutônia e o Hospital Ouro Branco assinaram renovação de contrato de prestação de serviços e de manutenção da casa de saúde. O convênio prevê o repasse médio de cerca de R$ 340 mil mensais da Municipalidade ao hospital, complementando e contratando serviços. O novo contrato, que unifica três convênios distintos e que venceram no final de março, foi assinado pelo prefeito Jonatan Brönstrup, secretário municipal da Saúde, Hélio Brandão, presidente da mantenedora Associação Beneficente Ouro Branco (Abob), Marco Weber, e diretor-executivo do HOB, André Lagemann. Em evento realizado na sala de reuniões da Farmácia Dospital, estiveram presentes integrantes da diretoria da Abob, coordenadores setoriais e funcionários do hospital.
Os recursos destinados pelas prefeituras que mantêm convênios com o HOB são essenciais para a manutenção das atividades do hospital. Hoje, a entidade tem a receber R$ 1.045.730,00 do Governo do Estado, cujos atrasos nos pagamentos referem-se aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2018. “A renovação do contrato é muito importante e nos permite seguir olhando para frente, na luta diária para manter o Hospital Ouro Branco de portas abertas para atender a comunidade de Teutônia, de municípios vizinhos e do Vale do Taquari”, avaliou Weber.
Lagemann igualmente valorizou o apoio da Administração Municipal de Teutônia. “Esses valores são fundamentais para manutenção e custeio do hospital. A dependência econômica de verba pública, via SUS, é muito grande. Com a dívida do Estado, a situação só não é pior graças à parceria com os municípios”, afirmou, citando Teutônia, Poço das Antas, Westfália e Paverama.
O diretor-executivo ainda mencionou o repasse de verba emergencial de R$ 300 mil, ainda em 2017, valores excedentes destinados ao longo do ano de 2018 e o apoio de Teutônia na busca por recursos financeiros e valores de emendas parlamentares para custeio. “O hospital é um fator importante para a melhoria da qualidade de vida da população. Esse é o nosso desafio, nosso propósito diário de estarmos aqui”, agradeceu Lagemann.

Foto: Leandro Augusto Hamester/AI HOB
Evento foi realizado na sala de reuniões da Farmácia Dospital com a participação de integrantes da diretoria da ABOB, coordenadores setoriais e funcionários do hospital

União de esforços

Brandão também valorizou o trabalho do hospital, “a primeira porta de entrada para situações que envolvem a saúde da comunidade”. O secretário valorizou a destinação de valores por meio de emendas parlamentares. “Precisamos pleitear mais recursos junto aos nossos deputados. A partir da gestão plena da saúde, esses valores entram direto para o Município, que encaminha projeto para a Câmara de Vereadores, efetuando a destinação desses recursos ao hospital. Unindo esforços, almejamos pleitear R$ 1 milhão em emendas parlamentares”, adiantou, parabenizando a equipe do HOB pelo empenho.
Brönstrup reafirmou o apoio da Administração Municipal ao HOB, além de enumerar ações na área da Saúde, como ampliação do horário de expediente do Pronto Atendimento do Bairro Canabarro e do Posto de Saúde do Bairro Languiru, o que reflete no volume diário de consultas eletivas no Pronto Atendimento Médico Ambulatorial do hospital. “Sabemos das necessidades do hospital, dessa ‘bola de neve’ com relação às dívidas do Governo do Estado, e buscamos que essa situação seja regularizada, cientes de que não existe fórmula mágica. São valores que representam muito para a instituição, foram sendo acumulados e o parcelamento dessa dívida se mostra como a única solução possível neste momento”, manifestou.
O chefe do Executivo valorizou o trabalho do Hospital Ouro Branco. “Trata-se de uma instituição que desempenha papel de extrema importância para Teutônia e região. Como presidente da Amvat, percebe-se que as dificuldades não se restringem apenas ao nosso hospital, mas às demais casas de saúde do Vale do Taquari. Precisamos continuar batalhando, com todos os entes públicos cumprindo com o seu papel”, concluiu.

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Leandro Augusto Hamester/AI HOB