HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Laternenfest leva a essência do Natal às ruas de Teutônia

Celebração ecumênica culminou com a bênção virtual das lanternas, além dos pastores e padres percorrendo as principais ruas com o caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros Voluntários

21 de dezembro, 10h57min

Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros

Em sua 24ª edição, a Laternenfest teve que se reinventar este ano devido à pandemia. Mas nem por isso deixou de ser marcante. Afinal, a essência da festividade e, principalmente, do Natal foi levada às ruas de Teutônia, por meio de mensagens e canções natalinas, pastores e padres abençoando os lares e lanternas e o brilho do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros Voluntários e dos dois carros de apoio. A exemplo do ano passado, a iniciativa integrou a programação do Um Sonho de Natal.

A Festa das Lanternas ou Passeio das Lanternas, como também é conhecida a Laternenfest, iniciou com a celebração ecumênica na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, transmitida de forma virtual pelas redes sociais. Na ocasião, os padres Eduardo Schuster e Pedro Neori Theisen, e os pastores da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana Teutônia Sul, Gerson e Cristiane Echelmeier, relembraram a história do nascimento de Cristo, além de trazer palavras de conforto e esperança. Ao badalar dos sinos das igrejas Matriz (católica) e Redentor (luterana), as famílias foram convidadas a acender, em suas casas, as lanternas, para então receber a bênção virtual.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Programação iniciou com com celebração ecumênica transmitida pelas redes sociais
Foto: Édson Luís Schaeffer
Programação iniciou com com celebração ecumênica transmitida pelas redes sociais
Foto: Édson Luís Schaeffer
Programação iniciou com com celebração ecumênica transmitida pelas redes sociais

Em seguida, já em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros Voluntários de Teutônia e acompanhados de dois carros de apoio, também iluminados, os padres e pastores percorrem as principais ruas dos bairros Canabarro, Centro Administrativo, Languiru e Teutônia, além das estradas das linhas Ribeiro, São Jacó e Germano, com mensagens, reflexões e canções natalinas. Ao longo do caminho, em suas residências, a comunidade aguardava para receber as bênçãos e ouvir as mensagens.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros
Foto: Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros

A Laternenfest foi resgatada há cinco anos, após um período sem a sua realização, e se transformou em uma celebração ecumênica, ou seja, uma organização conjunta da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana Teutônia Sul e Paróquia Nossa Senhora do Rosário. Este ano, em virtude da pandemia, a programação não contemplou a tradicional caminhada das lanternas no Bairro Canabarro e, por isso, a transmissão online e a procissão pelas principais ruas foram as formas encontradas de atingir o maior número de pessoas, também em outros bairros e localidades, além de manter a tradição da festividade.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Ao longo do caminho, comunidade aguardava com suas lanternas
Foto: Édson Luís Schaeffer
Ao longo do caminho, comunidade aguardava com suas lanternas

Para a pastora Cristiane Echelmeier, a Laternenfest Virtual foi uma experiência desafiadora em tempos incertos de pandemia. “Planejamos tudo, tentando proteger e zelar pela vida das pessoas, sem aglomerações e sem colocar alguém em risco. Criamos expectativas, demos o nosso melhor. Queríamos levar às pessoas alento, esperança e falar da simplicidade e do verdadeiro sentido do Natal”, frisa.

A pastora ainda coloca que pandemia, mesmo sendo um desafio, possibilitou levar a festividade a outros bairros e localidades. “Planejamos um roteiro e temos consciência de que ficou tarde, não tínhamos ideia de quanto tempo levaríamos. Mas, ver as pessoas à beira da estrada, no escuro nos esperando, foi de grande alento para nossos corações como pastores e padres. Gostaríamos de ter passado em cada casa e rua, mas de forma simbólica todas fizeram parte e foram convidadas a acender sua lanterna em casa, com sua família”, ressalta.

Cristiane também lembra que muitas pessoas se doaram para que isso acontecesse. “Principalmente,  a equipe de bombeiros, que nos acompanhou e também se encantou pela fé das pessoas pelas ruas com suas lanternas. Temos profunda gratidão aos organizadores do Um Sonho de Natal, parceiros e apoiadores, que também acreditam que a Laternenfest é parte importante na programação oficial do evento. É um momento de vivência da fé no Salvador, que vem a nós para nos fazer lembrar que o verdadeiro sentido do Natal é o Cristo que vem a nós”, sublinha.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros
Foto: Édson Luís Schaeffer
Ao longo do caminho, comunidade aguardava com suas lanternas

O padre Eduardo Schuster, da mesma forma, lembra que a Laternenfest é uma tradição de longa data em Teutônia e, assim como outras festividades, passou por modificações neste ano, em função da pandemia. “Mudamos a maneira de celebrar esta tradição, por estarmos em momento de restrição, de limitação social. O Passeio das Lanternas sempre foi um momento de manifestação pública da fé, mas tivemos que abrir mão de um elemento forte da Laternenfest, que é presença de muitas pessoas. Mas, nem por isso deixou de ser bonito, até porque trabalhamos uma outra ótica, de forma virtual e nós indo ao encontro das pessoas”, enaltece.

Apesar das modificações, Schuster avalia positivamente a festividade no formato em que foi realizada. “A essência permanece a mesma, que é a tradição da lanterna, associando a tradição da luz à festa do Natal, onde olhamos para o próprio Deus que se faz luz através de seu filho, Jesus Cristo. Mantendo essa essência, o restante se torna maneiras diferentes de realizar a festividade. Acredito que atingimos mais pessoas do que se estivéssemos fazendo a passeata presencial”, analisa.

O padre ainda ressalta que foi importante manter a festividade neste momento de pandemia, justamente para manter a chama da Laternenfest e da essência do Natal acesa. “É um momento que a sociedade precisa de sinais positivos, sejam eles sociais ou espirituais, para manter as pessoas de pé, animadas e com esperança. A Laternenfest vai ao encontro disso, mantendo a fé, a esperança e o ânimo das pessoas. Fico feliz em fazer parte desta caminhada, dando a nossa contribuição para manter o espírito natalino”, frisa.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros
Foto: Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros
Foto: Édson Luís Schaeffer
Ao longo do caminho, comunidade aguardava com suas lanternas

Um Sonho de Natal segue até quarta-feira

As atrações de Um Sonho de Natal seguem até quarta-feira, dia 23 de dezembro, sendo o restante da programação será somente no formato virtual, com transmissões ao vivo pelo Facebook da Prefeitura de Teutônia; Facebook do Um Sonho de Natal – Teutônia; Facebook e Youtube da Rádio Popular FM; e redes sociais do Colégio Teutônia. Não será permitido o acesso de público aos locais em que serão realizadas as lives. Somente estão autorizados os artistas e equipe técnica, sem acompanhantes, mantendo o distanciamento e protocolos de prevenção.

Com o formato virtual, novas atrações foram incluídas, dentre elas os corais municipais do município e a Orquestra Jovem de Teutônia. A programação atualizada pode ser conferida a seguir. Em função da pandemia e, consequentemente, as restrições impostas pelas bandeiras de distanciamento controlado do Estado, a programação ainda segue sujeita a alterações, seja de atrações, seja de datas e horários. Uma possível realização de eventos presenciais está descartada, visando preservar a saúde da população.

A 2ª edição do evento repete parte das atrações de sucesso e, novamente, valoriza os grupos culturais e artísticos locais, assim como no ano passado. A programação é uma parceria entre Colégio Teutônia, Grupo Popular de Comunicação e Município de Teutônia. O evento Um Sonho de Natal tem projeto cultural homologado pela Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo – Governo Federal. A produção é TBT Produções, com apoio da CIC Teutônia e patrocínio de Certel, Sicredi, Cooperativa Languiru, Fuchs Gewürze do Brasil e Prefeitura de Teutônia.

 

PROGRAMAÇÃO UM SONHO DE NATAL

 >>> Dia 21 de dezembro

– 19h15 – Abertura oficial;

– 19h30 – Apresentação do Coral Municipal Infantojuvenil de Teutônia sob regência do maestro Marlon Gausmann;

*Participação especial do Grupo Amigos de Teutônia, da Paróquia Teutônia Centro – Comunidades Martin Luther e Betânia;

– 20h – Apresentação do Sexteto Tempero Brasil – Show Duendes Musicais;

 

>>> dia 22 de dezembro

– 19h –Apresentação da Orquestra Jovem de Teutônia, sob a regência do maestro William Bayer;

– 20h – Benção Ecumênica;

– 20h30 – Espetáculo teatral Um Sonho de Natal, com direção de Marcelo Brentano. Com participação especial: Coral Municipal de Teutônia, Grupo Teatral Façarte de Imigrante, Escola de Dança Corpo Livre, e cantora Alissa Maria;

*Participação especial do Grupo Amigos de Teutônia, da Paróquia Teutônia Centro – Comunidades Martin Luther e Betânia;

 

>>> dia 23 de dezembro

– 19 h – Abertura;

– 19h30 – Apresentação do espetáculo circense “NATHOLL”, do Grupo Tholl;

– 21h – Sorteio do 2º carro da campanha Natal dos Sonhos – Realização Prefeitura de Teutônia, com apoio da CIC Teutônia;

– 21h30 – Chegada do Papai Noel;

*Participação especial do Grupo Amigos de Teutônia, da Paróquia Teutônia Centro – Comunidades Martin Luther e Betânia.

 

Foto: Édson Luís Schaeffer
Padres e pastores percorreram as principais ruas de Teutônia em cima do caminhão iluminado do Corpo de Bombeiros

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer