HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Obras de pavimentação asfáltica de cinco ruas estão em ritmo acelerado

Investimento da Administração Municipal ultrapassa os R$ 2,6 milhões. Nas ruas Adão de Oliveira e Décio Pellegrini, já iniciou a colocação de piche para, posteriormente, receber a camada asfáltica. Nas ruas 20 de Maio, 7 Sul e Carlos Schwambach Filho ocorre a preparação da base

10 de abril, 15h24min

Matheus Prates
Colocação do piche na Rua Adão de Oliveira foi feita na terça-feira
Colocação do piche na Rua Adão de Oliveira foi feita na terça-feira

Já estão em andamento, em ritmo acelerado, as obras de pavimentação asfáltica de cinco ruas de Teutônia – Adão de Oliveira, Décio Pellegrini, 20 de Maio, 7 Sul e Carlos Schwambach Filho. Elas integram uma série de pavimentações estratégicas – mais de 30 ruas – que irão ocorrer ao longo de 2019 e 2020. Em duas vias, já está sendo colocado o piche, enquanto nas outras três ocorre a preparação da base.
As obras das cinco vias fazem parte do conjunto de projetos encaminhados para o financiamento junto ao Badesul, de R$ 5 milhões, sendo R$ 2.676.887,53 em pavimentações. “Com as obras sociais avançando e a proposta de investir nas pessoas se concretizando em cada ação nossa, é o momento de iniciarmos as grandes obras, como estas pavimentações estratégicas, muito esperadas pela população teutoniense”, frisa o prefeito, Jonatan Brönstrup. “Priorizamos saúde e educação, ou seja, os investimentos nas pessoas. Agora, damos o pontapé inicial para o final da poeira destas e de inúmeras outras ruas do nosso município”, acrescenta o vice-prefeito, Valdir Oliveira do Amaral.
Nas ruas Adão de Oliveira e Décio Pellegrini, no Bairro Canabarro, iniciou, na terça-feira, dia 9 de abril, a colocação do piche, para, posteriormente, receber a camada asfáltica – o que já deve ocorrer nesta sexta-feira, dia 12. As duas vias concentram grande circulação de ônibus escolares que se deslocam à Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Teobaldo Closs.
A pavimentação da Rua Adão de Oliveira compreende o trecho entre as ruas Décio Pellegrini e Júlio Stumm, numa extensão de 354,87 metros por 9 metros de largura, totalizando 3.193,83 metros quadrados. Já a Rua Décio Pellegrini está sendo pavimentada entre as ruas Adão de Oliveira e Germano Gausmann, numa extensão de 97,23 metros por 8,5 metros de largura, totalizando 826,45 metros quadrados. As obras destas duas ruas totalizam R$ 852.107,87.

Foto: Matheus Prates
Após o piche, Rua Adão de Oliveira receberá camada asfáltica – o que deve ocorrer já nesta sexta-feira

Já nas ruas 20 de Maio, no Bairro Canabarro, 7 Sul, no Bairro Centro Administrativo, e Carlos Schwambach Filho, no Bairro Teutônia, ocorre a preparação da base. A Rua 20 de Maio está sendo pavimentada no trajeto compreendido entre a Rua 87 (que margeia a ferrovia) e a Serraria Travessão. serão pavimentados 479,25 metros de comprimento por 9 metros de largura, totalizando 4.313,25 metros quadrados, num investimento previsto de R$ 990.805,55.

Foto: Matheus Prates
Rua 20 de Maio, obras também estão em ritmo acelerado
Foto: Matheus Prates
Rua 20 de Maio, obras também estão em ritmo acelerado

Na Rua 7 Sul, a pavimentação compreende 284,01 metros de extensão por 9 metros de largura, entre a Avenida 1 Leste e a ERS-128 (Via Láctea), totalizando 2.568,10 metros quadrados. O investimento previsto é de R$ 487.811,67. A via possui intenso tráfego de caminhões, devido a várias empresas, dentre elas indústrias, localizadas na região.

Foto: Matheus Prates
Na Rua 7 Sul, ocorre a preparação da base

E na Rua Carlos Schwambach Filho, serão pavimentados 269,15 metros de extensão e 9 metros de largura, entre as ruas Décio Böhmer e Alfredo Ahlert, totalizando R$ 2.425,80 metros quadrados. O investimento previsto é R$ 365.837,34. A via é uma das alternativas de acesso aos centros de distribuição das cooperativas Certel e Languiru.
As pavimentações serão executadas pela Construtora Extremo Sul (Coesul). Atualmente, o município possui aproximadamente 320 quilômetros se vias urbanas e rurais sem pavimentação. “Se levarmos em conta R$ 1 milhão por quilômetro, seriam necessários R$ 320 milhões somente para pavimentação”, ressalta o prefeito.

Financiamento do Badesul

O financiamento junto ao Badesul ainda contempla, num total de R$ 2,4 milhões, a revitalização da Rua Capitão Schneider, antiga demanda dos comerciantes daquela via; revitalização dos acessos ao Bairro Canabarro e Linha Ribeiro, totalizando mais de seis mil metros quadrados de construção de calçadas na Rua 17 de Junho; e revitalização da praça localizada ao lado da Comunidade Redentor, uma das mais antigas do município. O recurso também contempla a revisão do Plano Diretor, além da elaboração do Plano de Mobilidade Urbana e do Estudo Hidrológico.

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer