HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Pacote Agrícola e auxílios: mais de R$ 600 mil já investidos pela Prefeitura nas propriedades rurais de Teutônia em 2020

Programa Pacote Agrícola já beneficiou 376 produtores desde maio, totalizando mais de R$ 390 mil. Auxílios para construção e ampliação de aviários, pocilgas e tambos de leite já totalizam mais de R$ 216 mil

18 de junho, 18h01min

Édson Luís Schaeffer
Ismael Dickel está investindo na ampliação de uma pocilga
Ismael Dickel está investindo na ampliação de uma pocilga

O Pacote Agrícola e o auxílio para construção de aviários, pocilgas e tambos de leite são os programas responsáveis por incentivar os produtores rurais a permanecerem no campo e oportunizar a sucessão familiar nas propriedades, possibilitando a geração de renda e qualidade de vida. Por isso, em 2020, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Teutônia já investiu, até a metade de junho, R$ 607.497,14 nos dois programas.

Para o prefeito, Jonatan Brönstrup, o Pacote Agrícola e os demais incentivos da Secretaria de Agricultura fortalecem, ainda mais, o setor primário de Teutônia. “Se hoje somos referência no setor primário e a segunda maior economia do Vale do Taquari é porque temos pessoas que acreditam no município e, com o seu trabalho, contribuem com o desenvolvimento de Teutônia. Estamos criando mais oportunidades no campo, sem esquecer o nosso principal objetivo de investir nas pessoas, o que fica evidente em cada ação nossa, como nestes incentivos”, sublinha.

O Pacote Agrícola entrou em vigor no início de maio e, até o dia 16 de junho, já beneficiou 376 produtores, totalizando R$ 390.866,00. Já os auxílios para a construção de aviários, pocilgas e tambos de leite já totalizam R$ 216.630,14. Assim, já são R$ 607.497,14 em incentivos investidos diretamente nas propriedades rurais de Teutônia.

Na Linha Germano, Ismael Dickel, 32 anos, foi beneficiado com o Pacote Agrícola, com o auxílio para ampliação de pocilga e outros incentivos da Secretaria de Agricultura. “São auxílios que vem em boa hora. A ampliação da pocilga requer um investimento alto, sendo que os incentivos foram muito bem vindo”, coloca. Com a ampliação, a capacidade de alojamento passa de 680 para 920 suínos por lote.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Ismael Dickel está investindo na ampliação de uma pocilga

Dickel ressalta alguns dos incentivos. “Um novo acesso à pocilga era necessário e ia exigir um investimento alto, o que consegui pela metade através dos programas de saibro e horas-máquina. Na pocilga, os R$ 16,00 por metro quadrado custearão boa parte da obra, sendo o valor de praticamente toda a cobertura. E o Pacote Agrícola também nos dá um subsídio significativo, permitindo a aquisição de adubo, ureia, para aumentar nossa produção de leite”, explica.

Na Linha Clara, Jeferson Carniel, 22 anos, também está usufruindo dos incentivos da Secretaria de Agricultura, como o Pacote Agrícola e o auxílio para a construção de mais um aviário na propriedade. “Os incentivos são de suma importância para nós. Se não fossem os incentivos, teríamos que custear a terraplanagem, por exemplo, o que seria um investimento significativo”, ressalta.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Jeferson Carniel (e) está investindo em um aviário do estilo dark house

Carniel está investindo em um aviário do sistema dark house para criação de frangos de corte, considerado pioneiro em Teutônia. A capacidade de alojamento será de 38 mil frangos por lote e seu funcionamento é automatizado, consistindo  na combinação de um específico programa de luz com um adequado programa de ventilação.

Conforme a subsecretária de Agricultura e Meio Ambiente, Nara Regina Nichterwitz, os subsídios são importantes incentivos para que os produtores rurais permaneçam e invistam em suas propriedades. “Sabemos da importância desses programas, na função social deles em manter o homem no campo, bem como oportunizar a sucessão familiar na propriedade. Investimento no setor primário significa valorizar a importante atividade desenvolvida pelos agricultores de Teutônia na produção de alimentos e na sustentabilidade econômica e social”, sublinha.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Jeferson Carniel está investindo em um aviário do estilo dark house

Saiba mais

A Administração Municipal, em 2017, reajustou em mais de 15% o valor das faixas de subsídios concedidos pelo Pacote Agrícola. No mesmo ano, também foi ampliado o leque de opções para investir o recurso, que antes era restrito a sementes e adubos. Agora, os produtores podem investir, também, na aquisição de mudas, insumos, sementes, materiais e até maquinário para a produção.

Para 2020, o leque de opções foi novamente ampliado, com a inclusão da possibilidade de aquisição de insumos para a correção do solo com o subsídio. Outra novidade é que as agroindústrias familiares e produtores rurais poderão apresentar comprovante de pagamento de parcelas de financiamentos de investimentos agrícolas, sendo que é necessário apresentar junto ao comprovante o contrato do financiamento.

Também para este ano, o Pacote Agrícola teve o reajuste de 2,54%, baseado no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O subsídio concedido varia conforme o valor adicionado gerado pela propriedade no exercício anterior ao da concessão:

– Valor adicionado de R$ 3.000,00 a R$ 35.000,00, subsídio de R$ 1.000,00;

– Valor adicionado de R$ 35.000,01 a R$ 55.000,00, subsídio de R$ 1.025,00;

– Valor adicionado de R$ 55.000,01 a R$ 110.000,00, subsídio de R$ 1.035,00;

– Valor adicionado de R$ 110.000,01 a R$ 250.000,00, subsídio de R$ 1.065,00;

– Valor adicionado acima de R$ 250.000,00, subsídio de R$ 1.125,00.

Os produtores rurais (titulares do Talão de Produtor) que desejam participar do Programa Pacote Agrícola deverão comparecer na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, sala 38 da prefeitura, munidos do talão de produtor, os comprovantes de aplicação do recurso (notas fiscais) e conta bancária para efetuar o depósito. O subsídio estará disponível até o dia 30 de setembro.

Só no ano passado, o Pacote Agrícola beneficiou 1.024 produtores rurais, totalizando R$ 1.034.330,25 investidos nas propriedades de Teutônia. Foi a primeira vez que o valor aplicado no programa ultrapassou R$ 1 milhão.

Já o auxílio para a construção e ampliação de aviários, pocilgas e tambos de leite foi reajustado em 60% em 2018. Pela legislação anterior, produtores interessados em ampliar ou construir aviários, pocilgas e tambos de leite recebiam um auxílio financeiro de R$ 10,00 por metro quadrado. Com o reajuste, o valor por metro quadrado passou para R$ 16,00, sendo que o recurso é liberado em duas parcelas: 50% no início da obra, para terraplanagem ou outras despesas iniciais; e os outros 50% para a conclusão da obra, para a aquisição de materiais para a cobertura do empreendimento.

Para a construção e ampliação de aviários, em 2020 já foram investidos R$ 162.304,00, beneficiando 10 produtores. Já o incentivo para a construção e ampliação de pocilgas, foram R$ 22.020,54, beneficiando três suinocultores. Já para a construção de tambos de leite, seis produtores foram beneficiados até o momento, totalizando R$ 32.305,60.

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer