HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Pacote agrícola: mais de R$ 500 mil em incentivo da Prefeitura já investidos nas propriedades rurais de Teutônia

Somando com os demais incentivos da Secretaria de Agricultura, os investimentos diretos nas propriedades ultrapassam os R$ 900 mil entre janeiro e junho de 2019. Incentivos possibilitam geração de renda e qualidade de vida no campo

1 de julho, 8h00min

Édson Luís Schaeffer
: Celso (2º esq-dir) e Nair Feyh (d) utilizaram o Pacote Agrícola para investir na propriedade
: Celso (2º esq-dir) e Nair Feyh (d) utilizaram o Pacote Agrícola para investir na propriedade

O Pacote Agrícola é um dos programas responsáveis por incentivar os produtores rurais a permanecerem no campo e oportunizar a sucessão familiar nas propriedades. Em 2019, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente já investiu, entre 1º de abril e 25 de junho, R$ 509.811,00, no programa. Com isso, 503 famílias produtoras rurais das 1.159 aptas já investiram o recurso em suas propriedades.
Para o prefeito, Jonatan Brönstrup, o Pacote Agrícola e os demais incentivos da Secretaria de Agricultura fortalecem, ainda mais, o setor primário de Teutônia. “Se hoje somos referência no setor primário e a segunda maior economia do Vale do Taquari é porque temos pessoas que acreditam no município e, com o seu trabalho, contribuem com o desenvolvimento de Teutônia. Estamos criando mais oportunidades no campo, sem esquecer o nosso principal objetivo de governo, de investir nas pessoas, o que fica evidente em cada ação nossa, como nestes incentivos”, sublinha.
A Administração Municipal, ao assumir em 2017, reajustou em mais de 15% o valor das faixas de subsídios concedidos pelo Pacote Agrícola. No mesmo ano, também foi ampliado o leque de opções para investir o recurso, que antes era restrito a sementes e adubos. Agora, os produtores podem investir, também, na aquisição de mudas, insumos, sementes, materiais e até maquinário para a produção. Para incentivar a produção saudável de alimentos, a concessão do benefício não ocorre com os gastos em agrotóxicos, sementes transgênicas e combustíveis fósseis.
Celso e Nair Feyh, de Linha Germano, possuem produção de suínos, de leite e grãos/silagem. Como a propriedade tem dois talões registrados – um dos talões está em nome da mãe de Nair, Diva König –, a família teve direito a dois benefícios do Pacote Agrícola. Para incrementar a produção de grãos e de silagem, a opção foi em aplicar os subsídios na aquisição de adubo e ureia.
Além do Pacote Agrícola, a família ainda utiliza outros incentivos da Secretaria de Agricultura, como brita e serviços de horas máquina. “Não temos o que nos queixar, pois sempre fomos bem atendidos pela Secretaria de Agricultura. E todo o incentivo que recebemos é importante, pois é um recurso a menos que precisamos desembolsar para investir na nossa propriedade”, afirma Feyh.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Produtores que estiverem aptos podem requerer o Pacote Agrícola na Secretaria de Agricultura

O Pacote Agrícola

O Pacote Agrícola 2019 está em vigor desde 1º de abril e, se todos os produtores aptos retirarem o subsídio, totalizará aproximadamente R$ 1.200.000,00. O pagamento do Pacote Agrícola tem como base os dados consolidados do valor adicionado de 2018 para o enquadramento da faixa de subsídio a ser concedido. Assim como no ano passado, o Pacote Agrícola 2019 contempla, também, o programa Troca-Troca de Sementes. O valor que antes era liberado ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Teutônia e Westfália para repassar sementes aos produtores, agora está disponível na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, incluso no Pacote Agrícola.
Os produtores rurais (titulares do Talão de Produtor) que ainda desejam participar do Programa Pacote Agrícola deverão comparecer na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, sala 38 da prefeitura, até o dia 30 de setembro, munidos do talão de produtor, os comprovantes de aplicação do recurso em Teutônia (notas fiscais) e conta bancária para efetuar o depósito.
O subsídio a ser concedido varia conforme o valor adicionado gerado pela propriedade (conforme apresentação das notas do talão de produtor). O produtor que gerou um valor adicionado de R$ 2.800,00 a R$ 30.000,00, recebe subsídio de R$ 975,00; de R$ 30.000,01 a R$ 50.000,00, subsídio de R$ 1.000,00; de R$ 50.000,01 a R$ 100.000,00, subsídio de R$ 1.010,00; de R$ 100.000,01 a R$ 240.000,00, subsídio de R$ 1.040,00; e acima de R$ 240.000,00, subsídio de R$ 1.100,00.
Para o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Mügge, o subsídio é um importante incentivo para que os produtores rurais permaneçam e invistam em suas propriedades. “Sabemos da importância desses programas, na função social deles em manter o homem no campo, bem como oportunizar a sucessão familiar na propriedade. Investimento no setor primário significa valorizar a importante atividade desenvolvida pelos agricultores de Teutônia na produção de alimentos e na sustentabilidade econômica e social”, sublinha.

Foto: Paulo Sérgio Rosa
Pacote Agrícola possibilita investimentos na propriedade

Maior produção primária do Vale do Taquari

O setor primário representa 23,90% na participação do valor adicionado. A estimativa é de que a agricultura tenha gerado, em 2018, 275.676.755,00 (23,62%) em valor adicionado. Para 2019, a expectativa é de geração de R$ 292.878.167,00 (23,90%) em valor adicionado. A suinocultura é o carro-chefe da produção primária em Teutônia, representando 40,53%. Em seguida, vem avicultura (39,05%), leite (15,24%), bovinos (2,72%) e outros (2,46%).
Tendo como ano-base 2017, Teutônia volta a ocupar a primeira posição em produção primária no Vale do Taquari. Na segunda colocação vem Estrela, seguido de Westfália, Nova Bréscia e Capitão. “Sentimo-nos gratificados em oferecer aos nossos produtores o Pacote Agrícola e os inúmeros outros programas, que tornam o setor agrícola de Teutônia cada vez mais forte, onde novamente lideramos a produção primária no Vale”, destaca Mügge.

Mais de R$ 900 mil investidos diretamente no setor primário

Somando o Pacote Agrícola e os demais incentivos da Secretaria de Agricultura, o investimento direto no setor primário ultrapassa os R$ 900 mil entre janeiro e junho deste ano. “Através dos incentivos, os produtores também fomentam o comércio de Teutônia, ao adquirir insumos, equipamentos e ferramentas para o seu dia a dia. E, hoje, devido aos incentivos ver os produtores investindo e acreditando nos potencial de suas propriedades nos faz ver que estamos no caminho certo”, pontua a subsecretária da pasta, Nara Regina Nichterwitz.
Dentre os demais incentivos, estão:
Programa de inseminação artificial: R$ 82.654,14 investidos em 5.404 atendimentos entre janeiro e maio.
Programa de assistência veterinária: R$ 40.694,94 investidos em 2.046 atendimentos entre janeiro e maio.
Auxílio para a construção de aviários: R$ 44.224,00 repassados a três produtores que estão construindo aviários.
Auxílio para a construção de pocilgas: R$ 28.434,40 repassados a três produtores que estão construindo ou ampliando pocilgas.
Auxílio para construção de tambos de leite: R$ 45.896,00 repassados a sete produtores para a construção de tambo de leite.
Auxílio às agroindústrias: Neste ano, até o momento, uma agroindústria recebeu auxílio de R$ 2.507,80 para ampliação/construção.
Brita: 219 pedidos atendidos.
Saibro: cerca de 370 cargas entregues, para melhorias em acessos ou uso na propriedade.
Horas máquina: escavadeira hidráulica (128 solicitações, atendendo 39 propriedades, totalizando 178 horas), motoniveladora, retroescavadeira (172 solicitações, atendendo 96 propriedades, totalizando 157 horas) e pá carregadeira.
Enterro de animais: Já foram enterrados mais de 200 animais.
– Fechamento de silos: Já foram fechados mais de 600 silos durante a safra 2018/2019.
Serviço de Inspeção Municipal (SIM): Implantação do Susaf e atendimento às 11 agroindústrias (um entreposto do mel, duas granjas avícolas, uma queijaria, sete unidades de beneficiamento de carne e produtos cárneos).

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer