HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Teutônia está em clima de Páscoa

Saguão da Prefeitura concentra decoração de Páscoa. Já na sala da Associação dos Artesãos, é possível encontrar diversos trabalhos que lembram a data

9 de abril, 16h47min

Édson Luís Schaeffer
Decoração de Páscoa está concentrada no Centro Administrativo
Decoração de Páscoa está concentrada no Centro Administrativo

Quem circular pelo Centro Administrativo de Teutônia poderá conferir a decoração de Páscoa. Coelhos, cenouras e ovos gigantes dão um colorido a mais ao saguão da Prefeitura, onde está concentrada a decoração, preparada pelo Departamento de Turismo da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, com auxílio da Associação dos Artesãos de Teutônia.
Já na sala 33 da Prefeitura, onde está localizada a Associação dos Artesãos, podem ser conferidos e adquiridos diversos trabalhos artesanais que lembram a data. Produtos de madeira, crochê, tricô, patchwork, entre outros materiais, foram preparados pelos artesãos especialmente para a Páscoa. A loja fica aberta de segunda a sábado, das 9h às 17h30min, e domingos e feriados, das 9h às 17h30min.
Conforme a turismóloga da Prefeitura, Ângela Simone de Castro, a decoração cria o clima de Páscoa na cidade, iniciando pelo Centro Administrativo, que durante a semana e, especialmente, finais de semana, concentra grande circulação de pessoas. “Nossa decoração traz como destaque a figura do coelho. Mas, não podemos esquecer o verdadeiro sentido da Páscoa, que é a crucificação e ressurreição de Cristo”, frisa.
A primeira-dama, Jaqueline Musskopf, convida toda a comunidade a visitar o Centro Administrativo e se contagiar com o espírito da Páscoa. “Que este período estimule a reflexão e o resgate de valores, como respeito, empatia e solidariedade. Vamos todos juntos se preparar em paz e harmonia para o momento da Páscoa”, sublinha.

Foto: Édson Luís Schaeffer
A loja da Associação dos Artesãos possui diversos trabalhos artesanais de Páscoa

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer