HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Teutônia inicia plano de contingência do coronavírus

Dentre as ações estão a organização dos fluxos em relação aos casos suspeitos e confirmados que venham a surgir e por conseguinte minimizar riscos à população frente a um caso suspeito

13 de março, 15h57min

Édson Luís Schaeffer
Nesta sexta-feira foram repassadas orientações às direções das escolas
Nesta sexta-feira foram repassadas orientações às direções das escolas

Diante da Emergência em Saúde Pública declarada pela Organização Mundial da Saúde por doença respiratória causada pelo agente novo coronavírus e por determinação da Secretaria Estadual de Saúde, os técnicos da Secretaria de Saúde de Teutônia e do Hospital Ouro Branco iniciaram a elaboração do Plano de Contingência do Coronavírus. Para sua realização foram envolvidos os diversos setores da Saúde.
Dentre as primeiras ações está a organização dos fluxos em relação aos casos suspeitos e confirmados que venham a surgir e por conseguinte minimizar riscos à população frente a um caso suspeito. Assim, objetiva-se garantir a detecção, notificação, investigação de casos suspeitos de forma oportuna, além de traçar estratégias para redução da transmissão da doença, por meio do monitoramento e controle dos pacientes, intensificando ações de capacitação dos profissionais de saúde da rede municipal.
A equipe técnica lembra que ainda não há vacina ou medicamentos específicos disponíveis e, atualmente, o tratamento é de suporte e inespecífico. “A melhor maneira de prevenir esta infecção é adotar ações para impedir a propagação desse vírus”, pontuam.
Neste sentido, solicita-se que cada pessoa faça a sua parte e tome os cuidados necessários, dentre eles:
– Higienizar as mãos com frequência: o álcool gel ou a higiene com água e sabão são eficazes para o combate do vírus;
– Evitar tocar a boca, nariz e olhos: caso seja necessário, higienize as mãos imediatamente antes e depois;
– Utilize a etiqueta da tosse: se for tossir ou espirrar não utilize as mãos ou lenços de tecido. Utilize preferencialmente lenço descartável e, se não for possível o lenço, utilize o antebraço para proteção da boca e nariz;
– Evitar aglomerações e locais fechados;
– Manter os ambientes higienizados e ventilados em casa e no trabalho;
– Não compartilhar objetos pessoais.

Foto: Paulo Sérgio Rosa
Equipes técnicas estão elaborando o Plano de Contingência

A região teve o primeiro caso suspeito dia 29 de fevereiro, mas o exame teve resultado negativo. Nesta sexta-feira, dia 13, foram notificados dois casais, sendo um de Estrela e outro de Lajeado. Ambos viajaram para a Europa, sendo que um deles foi para a Itália.
Neste sentido, solicita-se que as pessoas que viajaram para exterior nos últimos 14 dias e que estejam apresentando sintomas do novo coronavírus (tosse, febre, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dor de garganta, coriza, falta de ar) comuniquem a ocorrência para a Vigilância em Saúde, para que os profissionais possam orientar a conduta a ser adotada. Os contatos podem ser feitos pelos telefones (51) 3762-7809 e 3762-7810.
Na manhã desta sexta-feira, o médico Enrico Neiss, a coordenadora da Vigilância em Saúde, Sirlêne König, a farmacêutica da Vigilância Sanitária Inajara Petri e a subsecretária de Saúde, Marlene Metz, estiveram reunidos com a Secretaria de Educação e diretores das escolas de Teutônia. Na ocasião, foram repassadas informações e protocolos de como proceder se alunos, professores e funcionários apresentarem algum sintoma do coronavírus.
Também participaram do encontro com as direções a secretária de Educação, Rosana Schneider Rührwiem, e o prefeito, Jonatan Brönstrup. “Convocamos à população para que adote as medidas de prevenção. Assim, podemos combater o coronavírus de forma efetiva. Prevenção é o melhor remédio”, afirmou o prefeito.
A equipe técnica ainda lembra que alterações de conduta e/ou ações poderão ocorrer, dependendo da situação epidemiológica do município ou conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde ou do Ministério da Saúde.

Foto: Édson Luís Schaeffer
Nesta sexta-feira foram repassadas orientações às direções das escolas

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer