HORÁRIO DE ATENDIMENTO De segundas às sextas-feiras,
das 7h30min às 11h30min, 13h às 17h

Vacinação contra a gripe é liberada para todos os grupos prioritários

Vacinação para os grupos prioritários segue até dia 31 de maio. Vacina protege contra os vírus H1N1, H3N2 e influenza do tipo B

22 de abril, 10h07min

Matheus Prates
Vacinação segue até dia 31 de maio para os grupos prioritários
Vacinação segue até dia 31 de maio para os grupos prioritários

Desde esta segunda-feira, dia 22 de abril, está liberada a vacinação contra a gripe (Influenza) para todos os grupos prioritários elegidos pela campanha nacional de imunização. A vacinação para estes grupos se estende até o dia 31 de maio. A campanha iniciou no dia 10 e priorizou as crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias e gestantes.
O prefeito, Jonatan Brönstrup, juntamente com o secretário de Saúde, Hélio Brandão, e a secretária de Assistência Social e Habitação, Jaqueline Musskopf, visitou, na quinta-feira, dia 18, algumas unidades de saúde do município para acompanhar a campanha de imunização. “A vacina é muito importante para a prevenção da gripe, pois o inverno está chegando e a mudança climática aumenta a possibilidade da doença. Por isso, se você faz parte de algum grupo prioritário, não deixe de se imunizar”, convoca.

Foto: Matheus Prates
Executivo acompanhou a vacinação em algumas unidades de saúde

Os grupos prioritários são os seguintes:
– crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias);
– pessoas com mais de 60 anos;
– gestantes;
– puérperas (até 45 dias após o parto);
– profissionais da saúde (apresentar carteira de registro no conselho de classe ou crachá no qual conste a função/cargo);
– professores da rede pública e particular (apresentar crachá na qual conste o função/cargo, contracheque ou comprovante nominal fornecido pela escola no qual conste a função/cargo);
– população indígena;
– jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas sócio educativas;
– população privada de liberdade;
– funcionários do sistema prisional;
– portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como diabetes, asma e artrite reumatoide, mediante prescrição médica na qual deve estar especificado o motivo da indicação da vacina;
– e indivíduos imunossuprimidos, como pacientes com câncer que fazem quimioterapia e radioterapia.
A Secretaria Municipal de Saúde solicita que, para a imunização, se traga o cartão do SUS, documento de identificação e carteirinha de vacinação, para colocar em dia as vacinas atrasadas. As crianças somente serão vacinadas mediante apresentação do cartão de vacinas.

Foto: Matheus Prates
Executivo acompanhou a vacinação em algumas unidades de saúde

Em Teutônia, a vacina estará disponível nas seguintes unidades de saúde:
– Centro Avançado de Saúde, no Bairro Canabarro;
– Estratégia da Saúde da Família (ESF) Morada do Sol, no Loteamento 8;
– Posto de Saúde do Bairro Alesgut;
– Posto de Saúde do Bairro Languiru;
– Posto de Saúde do Bairro Teutônia;
– Posto de Saúde de Boa Vista – somente para idosos (vacinação irá ser feita nas segundas, terças e quintas-feiras à tarde, das 14h às 16h, iniciando nesta quinta-feira, dia 25).
Para as pessoas acamadas (restritas ao leito) será disponibilizada a vacina no domicílio. Para isso, solicita-se que os familiares liguem para os postos de saúde para que as equipes possam estar se organizando e agendando essa vacinação.
O Dia D da campanha será no dia 4 de maio, quando os postos de estarão abertos para o mutirão de imunização, das 8h às 17h. A população deve procurar a unidade de saúde à qual está vinculada. A meta da Secretaria de Saúde é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos elegíveis para a vacinação.
A vacina protege contra os vírus H1N1, H3N2 e influenza do tipo B. A gripe é uma doença séria, que mata milhares de pessoas todos os anos, de acordo com um recente levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além de causar aqueles sintomas clássicos — febre alta, congestão nasal, cansaço e dor no corpo —, ela está por trás de complicações como pneumonia e infarto.

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer